Ilan Brenman - Agência de Palestrantes | Sandra Paschoal Palestras Ilan Brenman - Agência de Palestrantes | Sandra Paschoal Palestras

Ilan Brenman

Mestre e Doutor pela faculdade de Educação da USP, bacharel em psicologia pela PUC de São Paulo.

Um dos autores brasileiros mais traduzidos no exterior (México, França, Espanha, Coreia, Itália, Polônia, China, Dinamarca e Suécia), em mais de 12 países e 15 idiomas, autor do best-seller internacional: “Até as princesas soltam pum”, Ilan Brenman é considerado um dos mais renomados contadores de histórias do Brasil, além de um dos principais escritores de literatura infantil do país.

É referência na área de Educação da primeira e segunda infância.

Publicou mais de 70 livros no Brasil, muitos deles premiados.

Circula pelo Brasil há quase 20 anos ministrando palestras, cursos e prestando consultorias nas áreas educativa, culturais e empresariais. Já palestrou por quase todo o Brasil e alguns países europeus.

Um dos maiores conhecedores e narradores de storytelling do Brasil.

Em 2011 se tornou colunista da Revista Crescer, onde debate assuntos ligados à educação e cultura. Em 2014/2015 estreou dois boletins semanais na Rádio CBN sobre Educação e Literatura.

 

 

Palestras

A Solidão Digital

Links úteis

  • Livro
  • Até as Princesas Soltam Pum

    Laura é uma garotinha (como toda criança) bem curiosa e uma das questões que mais a intriga (e a seus colegas de escola também) é saber se as princesas soltam ou não pum. Ela recorre ao pai para esclarecer dúvida tão perturbadora, que, por sua vez, recorre ao antigo “livro secreto das princesas” e, com ele, a confirmação: “sim, Cinderela, Branca de Neve e até a Pequena Sereia sempre soltaram pum!”. Mesmo diante da realidade, Laura sabe que as princesas dos contos de fadas continuam a ser as mais lindas princesas.

     A Cicatriz

    Silvinha caiu da cama no meio da noite e tomou um ‘sustão’ ao saber que precisaria ir ao hospital para que um médico costurasse seu queixo. Mas como assim? O que será que iria acontecer com ela? Conversando com os pais, Silvinha descobre que o que vai ganhar é uma cicatriz – e, o mais impressionante, que ela ficará para sempre no queixo dela. A novidade deixa a menina tão empolgada que ela resolve investigar as cicatrizes de todos os parentes. E assim, a partir de seu machucado, Silvinha se põe a pensar sobre a passagem do tempo, sobre as marcas dos acontecimentos na vida das pessoas, e vai conhecer histórias interessantíssimas dos avós, tios, primos e primas.

    O Alvo

    O personagem deste livro é um sábio professor que tranquiliza e encoraja a todos com suas histórias. E, se perguntam como ele sempre tem a história certa para a pessoa certa, o mestre responde com uma boa história.

    Gabriel, já para o banho!

    Todo dia é a mesma história – chega a hora do banho e cadê Gabriel? Ele some. Não quer tomar banho de jeito nenhum. É aquela luta para encontrá-lo e colocá-lo debaixo do chuveiro. Depois de quinze minutos, começa novamente – Gabriel se recusa a sair do banho. O que será que o pai, a mãe e até a irmã de Gabriel têm de fazer para que ele saia do banho?

    As 14 Pérolas da Índia

    A antiga cultura indiana foi o berço de muitas religiões, filosofias e, principalmente, narrativas sábias. Neste livro, o autor procura aproximar os leitores desta cultura, que busca expressar a essência humana, em 14 contos.

    Mamãe é um Lobo!

    O teatro foi criado pelos antigos gregos. Eles apresentavam suas peças ao ar livre. Muitos séculos depois, Isabela descobriu que podia fazer teatro em qualquer lugar. Num sábado à tarde, depois do almoço, algo extraordinário aconteceu na sala da casa dessa menina sonhadora. O que será?

    Papai é meu!

    “O que será que acontece quando duas irmãs puxam, uma de cada lado, os braços de seu pai? ‘Papai é meu!’ nasceu de um fato real na vida do autor. Ficção e realidade se misturam nessa maluca história de ciúme e amor entre duas irmãs e seu pai.”

    Caras Animalescas

    Nas fábulas e histórias infantis, os bichos muitas vezes se comportam como humanos. Eles andam, falam e se vestem como nós. Com os personagens deste livro acontece exatamente o contrário. O Abelardo se acha a estrela da pista e é cheio de sardas; parece mais um leopardo. E a dona Ninoca, sempre de bom humor, adora uma brincadeira e não sai da água. Para completar, tem a maior cara de… Quem adivinha?!

    Mãenhê

    Todo dia era a mesma gritaria – Mãenhê!. A mãe não aguentava mais os dois filhos a chamando por qualquer motivo. Então, resolveu bolar um plano para que isso parasse.

    Conversa pra pai dormir

    Conversa pra pai dormir traz um duelo de argumentações, onde um pai tenta convencer sua filha a dormir em seu próprio quarto. Mas ele não estava preparado para a insistência da menina e acaba se enrolando cada vez mais para explicar o óbvio; que cada um deve dormir na sua própria cama.

  • Editorial
  • Twitter

    Galeria de Fotos

    Solicite um Orçamento