Andrés Bukowinski - Agência de Palestrantes | Sandra Paschoal Palestras Andrés Bukowinski - Agência de Palestrantes | Sandra Paschoal Palestras

Andrés Bukowinski

Nascido em Varsóvia, Polônia, morou alguns anos na Inglaterra, até finalmente mudar-se para Argentina. Lá, Andrés deu início a sua bem sucedida carreira de Diretor de Filmes Publicitários. Pioneiro e sempre em busca de inovações, o talento do Andrés logo foi reconhecido com seu primeiro prêmio no Festival de Filmes de Propaganda em Veneza (Cannes) de 1964, com as obras “Idilio em 4 L” para Renault e “Jeep Indestructivel”.

Logo veio uma sucessão de prêmios de destaque como o primeiro Leão de Ouro para
Argentina com o filme “Braniff Futebol” em 1969, “Semáforo” em 1970, e “Afogado” em 1971, tornando-o o primeiro diretor no mundo a ganhar 3 Leões de Ouro consecutivos no Festival Internacional de Sawa em Cannes.

Esta projeção internacional, o levou a ser convidado a trabalhar no Brasil, e em 1973 mudou-se para o país, fundando assim a Produtora Abafilmes, que perdura até hoje.

Com a DPZ e Washington Olivetto, Andrés deu início a uma parceria que dura até os dias de hoje, e que gerou trabalhos de destaque como o filme “Homem com mais de 40 anos” para o Conselho Nacional de Propaganda, onde em 1975 ganhou o primeiro Leão de Ouro em Cannes para o Brasil e no ano seguinte um segundo com “Homem Frustrado”, para o Banco Bamerindus.

Também com a DPZ e Washington, deu-se início aos filmes da Bombril, com o ator Carlos Moreno. Sucesso absoluto de público e crítica, hoje possui mais de 390 filmes nestes mais de 32 anos de produção, além de prêmios importantes da publicidade Nacional e Internacional.

Assim como Bombril, Andrés também dirigiu todos os filmes do Banco Bamerindus até a sua extinção, somando mais de 23 anos de parceria.

Em 2000, dirigiu mais de 60 comerciais para o mercado Polonês e no mesmo ano, no Festival de Krakówia na Polônia, recebeu o prêmio especial “Tytan” como o Diretor Polonês mais premiado pelo conjunto de sua obra.

Em 2001 Andrés deu início a uma série de curtas-metragens, com o tema central sobre a Solidão.

No XV Festival Polonês nos EUA, (Chicago) de 2003, recebeu o Prêmio ASSAS (Wings Award 2003) por destaque especial no cinema, fora da Polônia e em 2006 recebeu a condecoração “GLÓRIA ARTS”, concedido pelo Ministro da Cultura da Polônia e foi condecorado com a Cruz do Cavaleiro da Ordem da Polônia Restituta, outorgado pelo Presidente da Polônia. Em 2010, entrou para o “Salón de La Fama do Fiap”.

Hoje, Andrés Bukowinski é um dos diretores de publicidade mais premiados do mundo.
Ao longo dos anos deu inúmeras palestras e entrevistas em publicações e programas de televisão, difundindo seu trabalho e ressaltando sempre sua nacionalidade Polonesa.

Twitter

Galeria de Fotos

Solicite um Orçamento