Washington Olivetto é um dos publicitários brasileiros mais conhecidos do país, criador de campanhas que entraram pra cultura popular como, Valisère – O Primeiro Sutiã, Cachorrinho da Cofap, Casal Unibanco, Garoto Bombril. Em abril de 2010 a W/ de Washington Olivetto se uniu a McCann, gerando a WMcCann, uma das 5 maiores agências do Brasil e a maior do Rio de Janeiro. Em maio de 2011 lançou seu 5o.livro: “O Que a Vida Me Ensinou”, em parceria com a Editora Saraiva.

. Chairman da WMcCann
. CCO da McCann Worldgroup América Latina e Caribe
. Eleito pela ALAP – Associação Latino-Americana de Agências de Publicidade – o publicitário do século XX na Iberoamérica e na América Latina.
. Eleito pelo Jornal Monitor Mercantil o publicitário do século XX no Brasil.
. Publicitário brasileiro mais premiado em Cannes e um dos três mais premiados do mundo: 49 leões entre ouro, prata e bronze. Todos os leões são na categoria filmes.
. Criador do único Grand-Prix do Clio, não anglo-saxão: comercial A Semana – Revista Época – 2001
. Criador dos dois únicos comerciais brasileiros selecionados no livro “Os 100 Melhores Comerciais do Mundo em Todos os Tempos”, “The 100 Best TV Commercials…And Why they Worked” – Valisère, Primeiro Sutiã – Hitler, Folha de São Paulo.
. O mais premiado Profissional de Criação dos 20 Anos do Profissionais do Ano da Rede Globo de Televisão.
. Um dos idealizadores e vice-presidente de marketing do histórico movimento Democracia Corintiana.
. Autor dos livros “Corinthians, É Preto no Branco”, com Nirlando Beirão, “Os Piores Textos de Washington Olivetto” e “Corinthians x Outros”. Idealizador do livro “O Primeiro a Gente Nunca Esquece”.
. É eleito o 7ª. Brasileiro mais comentado fora do país pelo site Ego, da Globo.com.
. É citado como um dos mais relevantes publicitários do mundo da Era Moderna em estudos da ‘The University of Texas at Austin ao lado de Lee Clow, Jay Chiat, Charles Saatchi e Helmut Krone.
. É questão em Vestibulares no Brasil
. É eleito o Publicitário Mais Confiável do Brasil pela Revista Seleções
. Eleito pela ALAP o publicitário mais criativo do século XXI.
. Profissional mais premiado do Salón de La Fama no FIAP na Iberoamérica.
. Eleito o publicitário que Mais dá Orgulho a Propaganda Brasileira, pela Revista About
. Membro do Comite de Excelência Criativa do McCann WorldGroup

Links úteis

O Que A Vida Me Ensinou: Washington Olivetto conta a sua trajetória de vida e como se tornou um dos mais consagrados publicitários brasileiros, trazendo, neste livro, lições e experiências vividas durante todos esses anos de carreira.

Os Piores Textos de Washington Olivetto: é uma coletânea de textos escritos por Washington Olivetto, para diferentes publicações, relidos e comentados pelo próprio autor. Com prefácio de Matinas Suzuki e contracapa de Gilberto Dimenstein, o livro é escrito sem ordem cronológica, mas todos os textos possuem data e local de publicação, além de observações do próprio autor no final de cada texto.

A Propaganda Brasileira Depois de Washington Olivetto (Autor: João Renha): A história da propaganda brasileira é marcada pelo talento e pela genialidade de Washington Olivetto. Ganhador de mais de cinquenta Leões em Cannes, festival que anualmente premia os melhores da publicidade, Olivetto está entre os mais brilhantes e aclamados profissionais da área em todo o mundo Em A Propaganda Brasileira Depois de Washington Olivetto, João Renha tem a gloriosa, e complexa, missão de desvendar sua retórica. Mais do que analisar o que foi produzido, esta obra explora de forma pioneira como as histórias do primeiro sutiã, do garoto-propaganda das mil e uma utilidades e de tantas outras campanhas de sucesso foram criadas, para descobrir se existe ou não uma fórmula para fazer peças publicitárias de sucesso.

O próximo condutor da Tocha, por Washington Olivetto

Fui convidado para conduzir, que eu acho uma palavra mais bonita do que carregar, a Tocha Olímpica no dia 4 de agosto, no Rio...

O mais carioca dos paulistas e o mais paulista dos cariocas – por Washington Olivetto

Todo mundo conhece o Ricardo Amaral “Rei da Noite”, criador de alguns dos mais famosos night clubs do Brasil e do mundo, incluindo o...

Washington Olivetto aponta a dedicação como ferramenta para o sucesso

por Eliana Neves para o Correio de Uberlândia Segredo para o sucesso o publicitário Washington Olivetto diz que não existe, mas ele confessa que...

Onda politicamente correta matou a liberdade criativa, diz Washington Olivetto

por Mariana Barbosa, para a Folha de S. Paulo Algumas campanhas publicitárias lendárias, como a da menina de 12 anos que veste seu primeiro...

Washington Olivetto é homenageado por Universidade

A Universidade Anhembi Morumbi prestouuma homenagem a Washington Olivetto no último dia 28 (outubro). Os estúdios de comunicação do campus Vila Olímpia foram batizados...

Washington Olivetto participa do “É Notícia”

Washington Olivetto foi o entrevistado do É Notícia, da RedeTV, desta semana. Além de temas relativos a sua trajetória e particularidades, a repórter Amanda...

“Quem não se lembra do garoto Bombril?”

Bruna Calmon, repórter do programa Roberto Justus +, da Record, conversou esta semana com Washington Olivetto, Carlos Moreno, o “garoto Bombril”, e Fabiano Augusto,...

“A cinta-liga do Washington Olivetto”

Esse título não é nosso. O autor é Mario Prata, em sua recente crônica publicada na edição de julho da revista Playboy. Sua namorada...

O que você faz depois das 18h?

A Revista Profissional & Negócios procurou Washington Olivetto para saber o que ele faz depois de um dia de trabalho. Segundo ele, seu trabalho...

Washigton Olivetto é eleito um dos publicitários mais influentes do Brasil

A edição deste mês da revista GQ traz uma matéria sobre os 20 publicitários mais influentes do Brasil. A reportagem, que comenta que o...

Twitter

Galeria de Fotos e Vídeos

Solicite um Orçamento